tendências para o marketing digital
8 tendências para o Marketing Digital em 2018
dezembro 22, 2017
e-commerce
E-commerce: o que você precisa saber para dar o primeiro passo
dezembro 24, 2017
inbound marketing

inbound marketing

Você sabe qual a diferença entre Inbound Marketing e Marketing Tradicional?

Mesmo sem conhecer esses termos e saber detalhes a respeito de cada um, o consumidor moderno prefere o Inbound Marketing! Isso porque o perfil de consumo mudou com o avanço tecnológico e as empresas precisam acompanhar essa evolução para garantir seu espaço no mercado em que atuam.

Para inserir as empresas nesse cenário (já não tão mais novo), o marketing se reinventou e agora tem como foco o ambiente virtual. Indo um pouco mais além, hoje vamos falar sobre Inbound Marketing, uma estratégia mega atual, que vem mudando a forma com que as empresas atuam no digital e como são vistas por seu público e clientes.

Marketing Tradicional x Inbound Marketing

Atualmente, muitas pessoas preferem passar o tempo livre utilizando a internet, e não mais assistindo televisão. Um panfleto recebido na rua tem como destino certo a primeira lata de lixo. Rádios e revistas impressas já não são mais tão procuradas. O responsável pela queda desse tipo de mídia é a chamada “invasão publicitária”.

O consumidor moderno, por exemplo, não quer ter sua série interrompida por nada, que dirá por anúncios! Sendo assim, o Netflix e outros serviços de streaming vem crescendo dia após dia. Assim como, ele prefere ler as principais notícias pela internet, do que comprar um jornal na banca. O Marketing Tradicional tornou-se algo invasivo e repudiado pelo público.

A grande questão aqui, é que agora são eles quem escolhem quando e onde vão ser impactados por campanhas publicitárias. São eles quem escolhem o momento certo para entrar em contato com uma empresa e solicitar um orçamento, ou comprar um produto. Pensando nisso, o Inbound Marketing veio para atrair o consumidor de forma natural, tendo como foco a construção de um relacionamento positivo entre marca e cliente.

Inbound Marketing e Funil de Vendas

Pesquisas recentes mostram, que grande parte das vendas nascem de uma pesquisa na internet. O consumidor quer respostas rápidas e prefere pesquisar online o contato de empresas que possam atender suas necessidades, do que sair buscando alternativas em centros comerciais. Além disso, mais do que buscar encontrar empresas, o cliente quer saber a opinião de outros usuários e tirar dúvidas sobre o produto, antes de finalizar a compra, para ter certeza de ter feito a melhor escolha!

O Inbound Marketing reúne estratégias para atrair o consumidor, desenvolver a credibilidade da marca e tornar a empresa uma autoridade na área. Tudo isso resulta em mais vendas e menos esforços. Para isso, basta seguir uma sequência lógica, conhecida como FUNIL DE VENDAS. Assim, a empresa acompanha o consumidor a cada passo, tornando o processo de venda uma experiência única e satisfatória.

Etapas do funil de vendas

Toda estratégia de Inbound Marketing trabalha as seguintes etapas dentro do funil de vendas: atrair, converter, relacionar, vender e analisar. Vamos ver como funciona cada uma?

ATRAIR

O primeiro passo do Inbound Marketing é a atração de possíveis clientes. Para isso, é importante conhecer o perfil do público-alvo e produzir conteúdos relevantes para essas pessoas. Dessa forma, no lugar de gastar com divulgações não segmentada, é possível concentrar energia apenas em criar e alimentar canais interessantes e atrativos e deixar que os clientes encontrem a empresa.

Além de ser um processo fácil e econômico, os lucros são maiores, pois o consumidor prefere ter essa sensação de ter escolhido a empresa e não apenas ter respondido à uma publicidade, como ocorre no Marketing tradicional. Desta forma, é possível criar uma lista de consumidores realmente interessados e engajados (leads).

É possível fazer uso de diferentes conteúdos ricos, tais como: e-book, infográfico, post blog, webinar, vídeo e outros. Assim como, diferentes mídias: landing pages, blogs, redes sociais, site, etc.

CONVERTER

Complementando a etapa de atração, é chegado o momento de converter. Entenda que ainda não estamos falando em vendas. O objetivo aqui é converter uma pessoa que teve um primeiro contato com a empresa em um lead. Para isso, é preciso conseguir alguns dados dos visitantes do site.

Funciona assim: um leitor acaba de conhecer o seu negócio, entende como funciona e tem interesse em saber mais. Para isso, ele fornece informações básicas, como nome e e-mail. Para tornar essa etapa mais atrativa, é possível oferecer algo em troca dos dados do visitante, como um e-book, por exemplo. Com isso, inicia-se a construção de uma relação entre marca e consumidor.

RELACIONAR

Ainda que o consumidor esteja interessado, ele pode não estar no estágio de compra. Para isso, é preciso guiar o lead por algumas etapas, até que ele esteja pronto para finalizar a compra. Uma das melhores formas de fazer isso é construindo uma relação com o público alvo. Sendo assim, é importante utilizar os contatos capturados para enviar e-mails com novidades e promoções, publicar conteúdos relevantes no blog e nas redes socais e apenas manter contato com esse público.

VENDER

Após as etapas de geração e nutrição de Leads, é a hora de vender o produto ou serviço do seu negócio. Ao seguir cada passo, a empresa faz a oferta de venda apenas quando o consumidor tem chances reais de estar pronto para fechar negócio. Esse formato permite ampliar consideravelmente e taxa de conversão. Além disso, essa é uma ótima forma de fidelizar clientes e garantir novos negócios.

ANALISAR

Por último, mas não menos importante, é preciso analisar as métricas de cada passo. Com o Inbound Marketing, é possível monitorar cada ação e analisar dados completos do resultado de cada etapa do funil e de todo o processo de divulgação. Assim, é possível saber quais são os melhores horários para postar em redes sociais, quais os conteúdos que atraem mais leitores e todos os pontos fracos e fortes. Existem ferramentas que auxiliam na construção dessas métricas. Com esses dados em mãos, é possível otimizar as próximas campanhas.

Como aplicar o Inbound Marketing em seu negócio

Para utilizar o Inbound Marketing na sua empresa e obter os melhores resultados, você pode seguir cada passo do funil de vendas e manter o foco na construção de conteúdos relevantes para o público alvo. Vale ressaltar que o empreendedor não precisa saber fazer sozinho cada etapa. É possível encontrar agências especializadas nesse setor, afinal escrever conteúdos ricos e relevantes é uma tarefa demorada. que rever tempo e especialização.

Dessa forma, você pode contar com o trabalho de profissionais experientes e especializados em cada área, como design gráfico, social media, produção de conteúdo, análise de dados e outros.

Principais vantagens de utilizar o Inbound Marketing

  • Atrair potenciais consumidores;
  • Otimiza e facilita o processo de vendas;
  • Atinge diretamente o público-alvo;
  • Tem o melhor custo benefício se comparado com outras formas de divulgação;
  • Pode transformar a empresa em uma autoridade no mercado;
  • Amplia a sua taxa de conversão e vendas; e
  • Aumenta o alcance do seu negócio em um tempo curto (mídia pago) ou a longo prazo (mídia orgânica).

Fácil, né? Se você gostou desse texto, curta, compartilhe com os amigos e deixe seus comentários.

 

A P12 Digital é mais que uma agência de comunicação. Somos uma empresa que evidencia marcas, conecta pessoas e apresenta resultados. Aqui, fazemos sites, e-commerces, blogs, produzimos conteúdo, criamos identidades e colocamos sua marca no Google e nas redes sociais. Fale conosco: ✆ (11) 4107-5077 | Whats: 9 4734-3917

Os comentários estão encerrados.

Open chat